quarta-feira, 24 de junho de 2009

MENSAGEM/ENSINO - UM PLANO PARA SUA VIDA

CREDITOS PARA: KARLA miranda <karlamlagrimante@gmail.com>
BY: **((troca atividade biblica))** UM PLANO PARA SUA VIDA
To: troca atividades biblicas <troca-atividades-biblicas@googlegroups.com>


repassando




Depois de ouvir um ministro falar sobre o assunto "Por que Acredito em Jesus", um jovem bem vestido o visitou e disse "O que você disse hoje à noite foi interessante, mas tudo o que você disse sobre Cristo veio da sua Bíblia. Diga-me, se Jesus alguma vez viveu aqui na terra,

por que a história não fala sobre Ele?".

"Essa é uma pergunta interessante", disse o ministro, enquanto se virava e pegava vários livros. "No entanto, para falar a verdade, a história fala sobre Jesus Cristo".

"Isso eu gostaria de ver por mim mesmo", respondeu o jovem.

"Bem, aqui está a Carta 97 do Livro 10 das Cartas de Plínio o Jovem, procônsul romano da Bitínia, uma província da Ásia Menor. Plínio escreveu ao Imperador Romano Trajano para falar sobre os acontecimentos de sua província. Observe, aqui ele pede conselho sobre como deveria lidar com uma nova seita, os cristãos. Ele fala sobre o seu rápido crescimento e sobre os hinos que cantavam, que era composto para seu líder, Cristo. Plínio enviou essa carta por volta do ano 110 AD. A carta de Plínio oferece evidência história de um homem, Cristo, e da divulgação da Sua fé nos dias de Seus apóstolos".

Surpreso, o jovem disse: "Conte-me mais!".

Enquanto o ministro folheava outro livro, ele acrescentou: "Outro historiador, contemporâneo de Plínio, foi Tácito. Em seus Anais (Livro 15, capítulo 44) ele fala do ódio e das perseguições de Nero contra os cristãos, no tempo em que Roma foi queimada. Tácito explica que o termo "cristão" vem do nome "Cristo". Ele menciona que Jesus Cristo, o fundador da religião cristã, tinha sido condenado à morte por Pôncios Pilatos, Procurador da Judéia, durante o reinado do imperador Tibério. Todos esses detalhes que Tácito nos dá combinam perfeitamente com eventos, nomes e locais dados na Bíblia".

"Pastor, eu nunca soube que coisas como estas estava na história secular!", o visitante exclamou.

O ministro acrescentou: "Eu quero ressaltar ainda que por volta de 180 AD, Celso escreveu um livro atacando os cristãos, indicando que o cristianismo por aquele tempo tinha se tornado uma força contra a qual lutar".

"Se você ainda está com dúvidas, lembre-se que os quatro Evangelhos são tão históricos quanto os livros seculares".

Quando esse jovem percebeu que tanto a história sagrada quanto a secular concordam que Jesus viveu como homem na terra, ele foi embora convencido que Jesus Cristo era uma figura real e histórica.

 

1. CRISTO EXISTE DESDE A ETERNIDADE

Jesus não era simplesmente um bom homem, Ele também era Deus. O que Jesus reivindicou para Si mesmo com respeito à Sua divindade?

"Se vocês realmente me conhecessem, conheceriam também o meu Pai. Já agora vocês o conhecem e o têm visto... Quem me vê, vê o Pai". João 14:7, 9. (A não ser quando indicado, todos os textos bíblicos da série DESCOBERTAS BÍBLICAS são da Nova Versão Internacional da Bíblia [NVI].).

Se você deseja saber a resposta para essas questões: "Quem é Deus? Como Ele é?", você deve apenas olhar para Jesus, que declarou: "Eu e o Pai somos um". (João 10:30).

Deus o Pai e Jesus o filho existem juntos desde a eternidade (Hebreus 1:8). Nunca houve um tempo no qual Jesus deixou de ser um com o Pai. O Pai partilha o mesmo amor e cuidado a cada pessoa que Jesus também demonstrou durante Sua vida humana na terra.

 

2. CRISTO, O AMÂGO DA HISTÓRIA E DA PROFECIA

Já que a história da vida de Cristo é um cumprimento de profecias, ela foi escrita antes de Seu nascimento. As profecias do Velho Testamento apresentam um esboço claro da vida, morte e ressurreição de Cristo com antecedência. O Novo Testamento conta os cumprimentos da Sua história de vida. Vivendo de quinhentos a mil e quinhentos anos antes do nascimento de Cristo, os profetas do Velho Testamento predisseram acontecimentos bem específicos sobre a vida do Messias. E, bem no começo do ministério terrestre de Cristo, quando o povo comparou Sua vida com as profecias do Velho Testamento, o que eles concluíram?

"Achamos Aquele sobre quem Moisés escreveu na Lei, e a respeito de quem os profetas também escreveram: Jesus de Nazaré, filho de José". João 1:45

Nosso Salvador apelou para as profecias cumpridas a fim de estabelecer Sua identidade:

"E começando por Moisés e todos os profetas, explicou-lhes o que constava a respeito dele em todas as Escrituras [Velho Testamento]". Lucas 24:25-27

Profecias cumpridas dão evidências convincentes que Jesus é o Messias prometido.

 

3. A VIDA DE CRISTO - UMA PROFECIA CUMPRIDA

Vejamos algumas dessas passagens proféticas do Velho Testamento e seu cumprimento no relato do Novo Testamento.

 

O Local do Seu Nascimento
Profecia do Velho Testamento: "E tu, BELÉM-Efrata... de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade". Miquéias 5:2 (Versão Almeida Revista e Atualizada, 2a edição).
Cumprimento do Novo Testamento: "Jesus nasceu em BELÉM da Judéia". Mateus 2:1

Seu Nascimento Virginal
Profecia do Velho Testamento: "A VIRGEM ficará grávida e dará à luz um filho, e o chamarão Emanuel [Deus conosco]". Isaías 7:14
Cumprimento do Novo Testamento: "José, filho de Davi, não tema receber Maria como sua esposa, pois O QUE NELA FOI GERADO PROCEDE DO ESPÍRITO SANTO. Ela dará à luz um filho, e você deverá dar-lhe o nome de Jesus [O SENHOR salva]". Mateus 1:20-23

Sua Linhagem da Tribo de Judá
Profecia do Velho Testamento: "O CETRO NÃO SE APARTARÁ DE JUDÁ,... até que venha aquele a quem ele pertence". Gênesis 49:10
Cumprimento do Novo Testamento: "Pois é bem conhecido que o nosso Senhor descende de Judá". Hebreus 7:14

Sua Rejeição
Profecia do Velho Testamento: "Foi desprezado e REJEITADO pelos homens". Isaías 53:3
Cumprimento do Novo Testamento: "Veio para o que era seu, mas OS SEUS NÃO O RECEBERAM". João 1:11

Sua Traição e o Preço Pago para Seu Traidor
Profecias do Velho Testamento: "Até o MEU MELHOR AMIGO, em quem eu confiava e que partilhava do meu pão, voltou-se contra mim". Salmo 41:9
"Eu lhes disse: 'Se acharem melhor assim, paguem-me; se não, não me paguem. Então eles me pagaram TRINTA MOEDAS DE PRATA". Zacarias 11:12
Cumprimento do Novo Testamento: "Então, um dos Doze, chamado Judas Iscariotes, dirigiu-se aos chefes dos sacerdotes e lhes perguntou: 'O que me darão se eu o entregar a vocês?' E lhe fixaram o preço: TRINTA MOEDAS DE PRATA". Mateus 26:14, 15

Sua Morte numa Cruz
Profecia do Velho Testamento: "PERFURARAM MINHAS MÃOS e meus pés". Salmo 22:16.
Cumprimento do Novo Testamento: "Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali O CRUCIFICARAM". Lucas 23:33 (ver também João 20:25).

Sua Saída do Túmulo
Profecia do Velho Testamento: "Porque TU NÃO ME ABANDONARÁS NO SEPULCRO, nem permitirás que o teu santo sofra decomposição". Salmo 16:10
Cumprimento do Novo Testamento: "Prevendo isso, falou da ressurreição de Cristo, que NÃO FOI ABANDONADO NO SEPULCRO, e cujo corpo não sofreu decomposição. Deus ressuscitou esse Jesus, e todos nós somos testemunhas desse fato". Atos 2:31, 32

A evidência é muito forte para provar que Jesus não cumpriu as profecias por acaso. Sua biografia estava realmente escrita de antemão por meios sobrenaturais. Verdadeiramente, Jesus é o Filho de Deus.

Depois de verificarmos as evidências, precisamos tomar uma decisão honesta sobre quem deve ser o Senhor de nossas vidas. Se você ainda não fez isso, por que não colocar sua vida nas mãos de Jesus?

 

4. UMA VIDA PLANEJADA POR DEUS

Jesus viveu uma vida planejada por Deus, uma que havia sido esboçada centenas de anos antes de Seu nascimento. Por estar sempre consciente desse fato, Ele permaneceu sensível à liderança de Deus. Cristo disse:

"Nada faço por Mim mesmo, mas falo exatamente o que o Pai me ensinou... pois sempre faço o que lhe agrada". João 8:28, 29

Deus planejou a vida humana de Jesus antes de Seu nascimento, e Deus também tem um plano para cada ser humano. Ele sabe como cada um de nós pode saciar os mais profundos anseios e como podemos encontrar uma vida abundante.

Raimundo não estava sempre seguro de que quisesse se submeter ao plano de Deus. Porém, quando enfrentou uma grande decisão sobre qual faculdade escolher, ele decidiu pela primeira vez na vida ficar atento à liderança divina para o assunto. Ele orou por vários dias e tentou ouvir alguma resposta. Depois de algum tempo, parecia estar muito claro para ele que deveria escolher a Opção B: uma universidade mais barata, contudo imensa e impessoal. Logo que começaram as aulas, ele conheceu alguns cristãos maravilhosos que pertenciam ao movimento da Cruzada Estudantil por Cristo.

Sua experiência com eles durante os dois anos seguintes mudou radicalmente sua vida.

Quando Raimundo olha para trás, ele percebe que sempre que teve que enfrentar uma grande decisão e buscou a direção divina, "Deus me introduziu numa área totalmente nova de minha vida".

Como você pode saber qual o plano de Deus para sua vida? Deus lhe dirige de várias maneiras:

 

(1) A BÍBLIA
De acordo com o salmista, qual é o livro guia para a vida?

"A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho". Salmo 119:105

A Palavra de Deus renova nossa mente e nos dá idéias (Romanos 12:2; Salmo 119:99). Um tempo regular de estudo diligente da Escritura é a melhor maneira de colocar nossas prioridades na ordem correta.

 

(2) CIRCUNSTÂNCIAS PROVIDENCIAIS
Deus também nos guia através de circunstâncias divinamente orientadas. O Salmo 23 ilustra Deus como o Bom Pastor. Um pastor guia suas ovelhas através de vales escuros bem como encostas pedregosas. Ele é capaz de fazer com que suas dificuldades de transformem em benefícios e ajuda-os a aprenderem com cada experiência. Temos um Pastor que fica sempre ao nosso lado.

 

(3) DEUS SE COMUNICA DIRETAMENTE COM O CORAÇÃO
Deus também nos guia através da voz da nossa consciência. O Espírito pode iluminar "os olhos do coração" (Efésios 1:18). Quanto mais consistentemente praticarmos a comunicação com Deus, mais Ele terá chance de nos guiar. Ele molda tanto nossas impressões interiores quanto nosso raciocínio e julgamento para que possamos ver claramente o próximo passo que precisamos dar.

 

5. A LIDERANÇA DEVE SER HARMONIOSA

É possível, claro, você pense que está vivendo uma vida dirigida por Deus, enquanto na verdade você está simplesmente seguindo suas próprias inclinações e impulsos (Provérbios 16:25). Nossos sentimentos devem estar em harmonia com o ensino bíblico. Não é seguro concluir que Deus está nos dirigindo a não ser que todas as três formas de sermos guiados por Deus estejam em harmonia.

Vejamos o exemplo de Jacob. Ele tinha uma adorável esposa e dois filhos, mas teve um caso extraconjugal com outra mulher. Ele disse aos seus amigos: "Eu orei sobre isso e senti que essa era a vontade de Deus". As emoções e as impressões interiores de Jacob claramente lhe conduziram a um caminho errado. Ele imaginou que era providência divina que ele tivesse encontrado essa outra mulher e não parou para pesquisar os mandamentos bíblicos sobre o adultério. A Bíblia, "a lei e o testemunho", é o guia autorizado, o juiz final para determinar o modo correto de agir (Isaías 8:20). Nunca devemos permitir que qualquer impressão ou circunstância aparentemente providencial nos guie para longe de um princípio bíblico.

 

6. SUBMETER-SE AO PLANO DE DEUS

Quando o Diabo veio para tentar Jesus no deserto, ele sugeriu: "Se você apenas ignorar os dolorosos sacrifícios que Seu Pai planejou para você, eu lhe darei o mundo na palma da sua mão - com fama, fortuna e um estilo de vida confortável". Satanás até mesmo citou as Escrituras numa tentativa de guiar Jesus para o caminho errado. Mas, a cada vez, Jesus vencia a batalha com as palavras: "Está escrito" (Mateus 4:1-11).

Uma lição poderosa que podemos aprender da vida de Jesus é a submissão à vontade do Pai. Mesmo em face da terrível agonia do Gêtsemani, Ele gritou: "Meu Pai, se for possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas sim como tu queres" (Mateus 26:39). Depois de três anos de Seu ministério, vivendo diariamente em harmonia com o plano do Pai, as últimas palavras de Jesus ao morrer foram: "Está consumado" (João 19:30). Jesus na verdade estava dizendo: "A vida que Meu Pai tinha planejado para mim está cumprida".

Ao começar a ouvir a voz de Deus falando coerentemente através de Sua Palavra, circunstâncias providenciais, e impressões diretas, você pode aprender a aceitar Sua direção inteiramente. Você também pode descobrir a alegria de ter uma vida planejada e dirigida por Deus.

 COM CARINHO
 Ester Moderadora
"Resgatando Almas para o Reino de Deus"



************************************************************
Visite o site do grupo:
http://br.groups.yahoo.com/group/resgatando_almas/

O Grupo Resgatando Almas, é um grupo de carater Evangelístico. Nossa missão é buscar almas para o reino de Deus.
Para sermos a luz do mundo, divulguemos somente material de carater religioso, sem se ater a discussões sobre denominações.
Se queremos trazer almas para nosso meio, devemos antes de tudo, dar o exemplo.
Lembrem-se de avisar aos convidados o "objetivo principal" desse grupo.
A todos, um milênio de paz e de busca incansável da proteção do pai.

.

._,___

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário